Connect with us

Olá, por favor, compartilhe conosco o que você está procurando?

Fonte de ApostasFonte de Apostas

BASQUETE

Chicago Bulls: Um Passado Glorioso, um Presente Desafiador na NBA

Fonte: Michael Reaves / AFP
Fonte: Michael Reaves / AFP

Compreendemos, caro torcedor do Chicago Bulls, a persistência na crença de dias melhores para o time, mas a dura realidade na NBA é inegável. O início tumultuado, marcado por apenas cinco vitórias em 19 jogos, atingiu seu ponto mais baixo na última terça-feira (28), com uma derrota avassaladora por 27 pontos diante do Boston Celtics. A situação se agrava ainda mais ao considerar o desempenho na Copa da NBA, onde o Bulls não conquistou uma única vitória.

Sim, é difícil negar que o Chicago Bulls figura entre os piores times da temporada da NBA, uma realidade que se estabeleceu. Analisemos o que levou uma das franquias mais tradicionais da Conferência Leste a esse declínio e por que seu papel de destaque na liga se tornou uma raridade nos últimos anos, especialmente desde a aposentadoria de seu maior herói, Michael Jordan.

Derrick Rose, Jimmy Butler e a Indecisão: Após a liderança conjunta de Derrick Rose e Jimmy Butler na campanha até a segunda rodada dos playoffs em 2015, o Chicago Bulls entrou em um período de indefinição. A escolha de Butler como líder da equipe foi seguida por uma temporada decepcionante em 2016/17, marcada por escolhas questionáveis de jogadores como Rajon Rondo e Dwyane Wade. A reconstrução, que começou em 2017, trouxe novos desafios.

Reconstrução Mal Planejada e Executada: A troca de Butler, um ativo valioso, por Zach LaVine, Lauri Markkanen e Kris Dunn, marcou o início de quatro anos difíceis para o Bulls. A gestão inadequada, incluindo a controversa liderança do técnico Jim Boylen, contribuiu para uma série de derrotas. Apesar da presença de jovens talentosos como Wendell Carter, Bobby Portis, Daniel Gafford e Lauri Markkanen, a falta de um plano claro para o futuro era evidente.

Problemas na Escolha de Jogadores e Desafios Atuais: Escolhas de primeira rodada que não corresponderam às expectativas, como Denzel Valentine, Justin Patton e Chandler Hutchinson, marcaram um período difícil para o Bulls. O período entre 2017/18 e 2020/21 resultou em 102 vitórias e 199 derrotas, representando uma janela realista para uma equipe em reconstrução. No entanto, questionamentos sobre o aproveitamento do auge de Zach LaVine persistiram.

A Tentativa de Resgate: No meio de 2020/21, em uma temporada desafiadora, o Chicago Bulls aproveitou a oportunidade para mudar sua trajetória. A aquisição de Nikola Vucevic, proveniente do Orlando Magic, simbolizou um novo capítulo competitivo para a equipe. No entanto, uma troca subsequente, que envolveu Wendell Carter e escolhas valiosas, trouxe consequências negativas.

O Chicago Bulls enfrenta um presente desafiador, marcado por escolhas questionáveis e uma trajetória irregular. A esperança, entretanto, permanece entre os jovens talentos como Coby White, Patrick Williams, Ayo Dosunmu e Dalen Terry, cujo potencial pode se destacar em um ambiente mais propício. Resta saber se a franquia será capaz de redefinir seu curso e recuperar o brilho de seus dias de glória na NBA.

Comente

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Você pode gostar

F1

Após o leilão de uma rara Ferrari Enzo por R$ 30 milhões em junho, Fernando Alonso coloca à venda outra supermáquina: a McLaren Elva,...

FUTEBOL INTERNACIONAL

Depois de 16 anos atuando no futebol europeu, Edinson Cavani regressou à América do Sul e está em busca da conquista da Copa Libertadores....

VÔLEI

A Seleção Brasileira de vôlei feminino e o Japão travaram uma batalha épica pela vaga nos Jogos Olímpicos de Paris neste domingo (24). A...

FUTEBOL NACIONAL

Totalmente recuperado de lesão no joelho esquerdo, camisa 9 é opção contra o Atlético-MG Caption: Tiquinho Soares, Botafogo Recuperado de uma lesão no joelho...